Archive for janeiro, 2009

Como?

O que não sei me inspira; desmemoriados deixam a vida passar desapercebida. Como não se exilar da existência? Como não se encher do vazio? Como não gritar palavras surdas? como não ruir sem rumor?

(Fragmento do livro “A hora dos náufragos”, do Pedro Maciel)

Anúncios

Outros

Bom dia Flor!
 
sei que não é assim um lindo dia, mas é um novo dia e isso é maravilhoso. Tava aqui sentada no meu cantinho, rodeada de trabalho, querendo estar em qualquer lugar, menos aqui. Daí fiquei pensando numas coisas e acho que to entrando no meu inferno astral & com direito a retorno de Saturno… sei lá, ando com vontade de gente nova, com vontade de ler coisas novas, palavras novas, histórias novas… pensei em virar a noite no Beco, mas resolvi casar; pensei em ler Anais Nin e acabei comprando Bernard Cornwell e mais uma história de guerreiros saxões. Pensei pensei pensei e não fiz nada disso: o eterno boicote. Porque me boicotar sempre foi meu passatempo preferido.
Queria voltar a escrever. Não no Mil Folhas, queria um blog novo, outro nome, outro layout, outro texto. Outro. Viu como eu to tão “outra”? Deve ser o inferno… ou Saturno. Então resolvi te escrever. Tem alguma dica de livros-ótimos-diferentes-outros? Eu também to out of order. Aliás, de que filme é essa fala? Sei que ouvi ou vi em algum lugar, mas não estou bem certa. Já deu pra ver que eu não to bem certa de nada.
Me liga, me escreve, me manda um sinal de fumaça.
Beijão!